segunda-feira, 23 de outubro de 2017

A Tribulação de Sete Anos

A Tribulação de Sete Anos

Thomas Ice
Ele fará firme aliança com muitos, por uma semana; na metade da semana, fará cessar o sacrifício e a oferta de manjares; sobre a asa das abominações virá o assolador, até que a destruição, que está determinada, se derrame sobre ele” (Daniel 9.27).
Críticos da interpretação literal da profecia bíblica têm frequentemente questionado a legitimidade bíblica de um termo que usamos: “Tribulação”. A verdade de que haverá um tempo mundial de tribulação que durará por sete anos é derivada principalmente dos livros bíblicos de Daniel e do Apocalipse; todavia, essa verdade é usada muitas vezes em outras passagens. Espero demonstrar neste artigo o fato de que a Bíblia afirma, sim, que haverá um período de sete anos conhecido como Tribulação, o qual acontecerá no futuro relativamente aos dias presentes.

A Tribulação em Deuteronômio

O Sentido da Vida...

O Sentido da Vida...

Norbert Lieth
...sempre preocupou a humanidade. "Por que vivo?", "Qual a razão da vida?", "Qual o objetivo de viver?"
Mary Roberts Rinehart disse sobre o sentido da vida: "Um pouco de trabalho, um pouco de sono, um pouco de amor, e tudo acabou." • Edmund Cooke afirmou: "Nunca vivemos, mas sempre temos a expectativa da vida." • Colton: "A alma vive aqui como numa prisão e é liberta apenas pela morte." • Shakespeare: "Viver é uma sombra ambulante." • R. Campbell: "Viver é um corredor empoeirado, fechado de ambos os lados." • Rivarol: "Viver significa pensar sobre o passado, lamentar sobre o presente e tremer diante do futuro."

O Caminho Errado em Busca do Perdão

O Caminho Errado em Busca do Perdão

Norbert Lieth
Rádio cristã oferece confissão eletrônica
Confessar-se "online" – até isso já é possível. A estação de rádio "Premier Christian Radio" de Londres oferece aos ouvintes a possibilidade de confessar pecados, demonstrar arrependimento e receber o perdão de Deus em seu site na internet.
Segundo informações da própria emissora, ela seria a primeira a dispor de um confessionário virtual. O endereço "www.theconfessor.co.uk" oferece duas alternativas: entrar em contato com um conselheiro real por telefone ou confessar os pecados em um espaço virtual. Nada é arquivado; o segredo da confissão é preservado, assegura Peter Kerridge, o diretor da estação. Durante a consulta, o internauta pode ler versículos bíblicos que falam do amor, da misericórdia e do perdão de Deus, projetados em um fundo com céu azul e nuvens brancas. A "Premier Christian Radio" tem aproximadamente 200.000 ouvintes. (P.D. 4/2000)

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Maria, virgem para sempre?

Agostinho: a Porta Oriental e a “virgindade perpétua” de Maria

T.A. McMahon
Pergunta: Agostinho usou Ezequiel 44.2 como “prova” de que José e Maria não consumaram seu casamento: “Esta porta permanecerá fechada, não se abrirá; ninguém entrará por ela, porque o Senhor, Deus de Israel, entrou por ela; por isso, permanecerá fechada”. Ele interpretou a “porta fechada”, através da qual passou o “príncipe” em Ezequiel 44.3, como um “tipo” da virgindade perpétua de Maria. Maria seria a cidade fechada, e o príncipe passou miraculosamente pela porta fechada.
A “explicação” de Agostinho continua:
O que significa essa porta fechada na casa do Senhor senão que Maria será sempre inviolada? O que significa que “ninguém entrará por ela”, a não ser que José não a deveria conhecer? E o que é isto: “ninguém entrará por ela, porque o Senhor, Deus de Israel, entrou por ela”, exceto que o Espírito Santo a deveria engravidar e que o Senhor dos Anjos nasceria dela? E o que significa: “por isso, permanecerá fechada”, a não ser que Maria era Virgem antes do nascimento dEle, era Virgem no nascimento dEle e continua Virgem depois do nascimento dEle.
Resposta: A redução que Agostinho fez da Bíblia ao espiritualizá-la gerou todo tipo de males, como explicamos em outras oportunidades

terça-feira, 18 de abril de 2017

Por que para os outros sim e para mim não?


Por que para os outros sim e para mim não?

Elsbeth Vetsch
Pergunta: “Sou filha de Deus e sirvo ao meu Senhor em minha igreja conforme os dons que Ele me deu. Meu marido e eu somos pessoas trabalhadoras e juntos procuramos ser econômicos e prudentes com as finanças. Mesmo assim, todos os meses precisamos cuidar com os gastos para sobreviver com nossos filhos. Duas coisas me preocupam: no Antigo Testamento, a prosperidade material significava bênção, e a pobreza era o oposto. Também me incomoda ver outros crentes vivendo de modo superficial, mas recebendo tudo de mão beijada. Será que Deus me ama menos que essas pessoas, mesmo que eu esteja vivendo de forma conscientemente entregue a Ele? Esse problema envolvendo a inveja me aflige muito!”

Quando as Máscaras Caem


Quando as Máscaras Caem

Uma vez por ano elas submergem – pessoas modernas – no anonimato das máscaras sem nome. Uma vez por ano elas querem gozar como desconhecidas, aquilo que a vida oferece. Uma vez por ano elas se livram das amarras da responsabilidade, das preocupações e da autodisciplina. Mas como passam rapidamente os dias de divertimento sem controle! A toda bebedeira segue uma ressaca; todos que usam máscaras serão desmascarados.
Existe alguém que não se deixa enganar pela tua fantasia, - Alguém diante de cujos olhos de fogo não existem pessoas atrás das máscaras. Os olhos do Deus vivo e santo vêem todas as coisas. Eles te seguem sempre e em todos os lugares! Na Bíblia está escrito:

Israel, o Supersinal do Final dos Tempos


Israel, o Supersinal do Final dos Tempos

Tim LaHaye
Quando um repórter de um jornal secular liga e pede razões pelas quais “estudiosos da Bíblia chamam Israel de supersinal do final dos tempos” – você sabe que devemos estar chegando bem perto do prometido retorno de nosso Senhor. Felizmente, eu havia acabado de ler o livro Prophecies for the Era of Muslim Terror [Profecias para a Era do Terror Muçulmano], do rabino Menachem Kohen, no qual ele apresenta uma visão da qual eu nunca havia ouvido falar. Não sendo um cristão evangélico, ele dá as respostas exclusivamente a partir do Antigo Testamento, usando o cumprimento moderno das profecias antigas, as quais, de acordo com Isaías 46.9-11, são a prova inequívoca de que Deus existe. Já dissemos em outras oportunidades que mais da metade das mais de mil profecias do Antigo Testamento já foram cumpridas – independentemente do que dizem os evangelistas do ateísmo. Apenas Deus pode predizer o futuro e fazer com que ele venha a acontecer realmente.