sábado, 28 de janeiro de 2012

Trigo e Joio

 Trigo e Joio


Assunto: Aquele que serve a Deus e aquele que não serve.

Mateus 13: 24 a 30 - Propôs-lhes outra parábola, dizendo: O reino dos céus é semelhante ao homem que semeia a boa semente no seu campo; Mas, dormindo os homens, veio o seu inimigo, e semeou joio no meio do trigo, e retirou-se. E, quando a erva cresceu e frutificou, apareceu também o joio. E os servos do pai de família, indo ter com ele, disseram-lhe: Senhor, não semeaste tu, no teu campo, boa semente? Por que tem, então, joio? E ele lhes disse: Um inimigo é quem fez isso. E os servos lhe disseram: Queres pois que vamos arrancá-lo?

Ele, porém, lhes disse: Não, para que, ao colher o joio, não arranqueis também o trigo com ele.

Deixai crescer ambos juntos até à ceifa, e, por ocasião da ceifa, direi aos ceifeiros: Colhei primeiro o joio, e atai-o em molhos para o queimar; mas, o trigo, ajuntai-o no meu celeiro.

JOIO - Lolium temulentum, tipicamente conhecida como joio (ou cizânia) da família da Poaceae e ao gênero Lolium. De talo rígido, pode crescer até 1 metro de altura.

Cresce nas mesmas zonas produtoras de trigo e se considera uma erva daninhadesse cultivo. A semelhança entre essas duas plantas é tão grande, que em algumas regiões costuma-se denominar o joio como “falso trigo”.

Mas, por que se deverá arrancar o joio antes do trigo?

O joio pode ser venenoso, e uma pequena quantidade de joio colhida e processada junto ao trigo, pode comprometer a qualidade do produto obtido. Portanto, vem daí a famosa expressão “é preciso separar o joio do trigo”, uma Palavra  do Senhor Jesus.

A separação se dará na colheita do fruto do trigo, porque o trigo permanecerá belo e bonito com seus cachos amarelados erguidos para cima. O joio, estará visível manifesto e se poderá arrancá-lo porque estará sem fruto, feio, e, enrugado, envergado para baixo, antes mesmo da colheita.

Quando vêm os frutos, se dá às diferenças. Então pode se ver a diferença entre um e o outro.

Nesta parábola, Jesus diz sobre as pessoas boas e as más, a mistura dos crentes entre os descrentes, mas ao final do tempo, tudo será manifesto.

A quantidade de joio é proporcional à quantidade de trigo… Enquanto alguns se dão ao trabalho de semear o trigo, outros se dão ao trabalho de semear o joio… Tudo isto quer dizer sem rodeio algum que entre os chamados cristãos trigos estão os que são joios… Só Deus conhece o verdadeiro trigo e o verdadeiro joio…

Deus abençoe a todos.

|  Autor: Nilza Rangel  |  Divulgação: estudogospel.com.br |
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário